Óleo de Hidratação Vaginal . Faça em Casa

Bailarina e Terapeuta

Óleo de Hidratação Vaginal . Faça em Casa

Mais bucetices por aqui! Essa é a 2.do dia, aproveitando a inspiração da lua cheia.

FAÇA EM CASA UM ÓLEO DE HIDRATAÇÃO VAGINAL COM ÓLEO DE COCO E MELALEUCA

Mas antes de preparar nosso óleo gostosinho, vamos tirar a ideia de que a vagina é suja, mal cheirosa e todo esse papo de “perfumar” a nossa amiga.
A intenção de preparar um óleo íntimo é cuidar, nutrir e sensibilizar nossa yoni.

Não hidratamos o cabelo, a unha, a pele? E porque não hidratarmos a vagina? Pode ser um cuidado rapidinho, ao sair do banho, ou pode virar um ritual de beleza e prazer. Reserve um momento pra você, faça um auto-toque prazeroso, aproveite seu ritual. Descobra seus pontos de prazer.

Nosso óleo terá propriedades bactericidas e fungicidas, fará uma assepsia suave, além de ajudar muito as pessoas com secura vaginal, especialmente aquelas que estão na menopausa.

Misture 10 ml de óleo de coco e 4 gotas de óleo essencial de melaleuca. Agite bem e guarde a mistura em frasco âmbar, bem vedado, protegido de luz.

O óleo essencial da Melaleuca alternifolia, também conhecida por árvore do chá, é muito utilizado nos banhos de assento e vaporizações do útero por sua ação antimicrobiana, bactericida, antifúngica e cicatrizante. Combate a Candida albicans, Tricomonas vaginales e tem forte atuação sobre o vírus da Herpes Zóster.

O óleo de coco é bactericida e possui ácido láurico, atua no aumento da imunidade.

Lave bem as mãos e aplique com seu dedo na região interna (vagina) e externa (vulva). Use no máximo 2 vezes por semana.

Lembrando que o óleo de melaleuca é somente para uso externo. Além disso, deve ser diluído, principalmente em pessoas com pele sensível.

Cuide-se. Você é preciose.

 

Aysha Almeé

E no próximo domingo, dia 15/03, teremos uma oficina de Vaporização do Útero e Ginecologia Natural. Vem participar conosco.