O Corpo Oráculo – Comunicação Sensorial


Um estudo realizado por Albert Mehrabian na década de 70 concluiu que as palavras representam apenas 7% da importância na comunicação, o nosso tom de voz representa 38% de importância e a nossa linguagem corporal representa 55%.

Então, quem pensa que se comunica mais com a palavra falada está enganado. O nosso corpo (linguagem corporal ou não verbal) fala mais que as nossas próprias palavras. 

A esta percepção destina-se O Corpo Oráculo – Experimentações Corporais, realizado quinzenalmente às 5.feiras, das 19:30 as 21:30 hrs no Centro Metamorfose Unidade Vila Madalena.  Através de várias técnicas de dança e consciência corporal  (dançaterapia, contato improvisação, danças circulares, movimentação espontânea) e exercícios tântricos (respirações e meditações ativas), abordamos uma intensa comunicação com o próprio corpo, com o espaço e com o corpo do outro. 

Alguns depoimentos dos participantes dos grupos: 

1) Depoimento de Deva Badal “Sinto que essa dinâmica foi um divisor de águas em minha Vida. O temascal interno se ascendeu e os insights vieram à pele, materializados em suor.
Pra se ter liberdade requer disciplina… Ensinei ao corpo ritmos que os olhos aprenderam com a Aysha Almeé. Me equilibrei entre yins e yangs, hora água, hora terra, fogo, ar, éter… E a música, organicamente, percurssionou meu corpo.
Agradeço por todos que somaram suas energias nessa dinâmica e jogaram mais lenha dentro daquela extensão do universo!
Gratidão!!! Abraços fraternos!”

2) Depoimento de Nahla Morani 
” Eu participei e foi uma experiência única e sensacional, puder entender o que meu corpo pede e soltar o meu melhor e o meu ritmo. Vale a pena! Obrigada Aysha Almeé”

3) Depoimento de Miriam Zen Juizo Nenhum
“Aysha Almeé, foi uma alegria e uma experiencia profunda e emocionante a vivencia de ontem,dançando os ritmos da alma. Nem eu sabia que ela tinha tantos ritmos,hahaha . Grata pela condução e por ter proporcionado uma percepção melhor do potencial do meu corpo. Abração !”

4) Depoimento de Monica Schiaro
“O que dizer sobre essa vivência? Palavras não conseguirão expressar a dualidade que nos traz: desconexão e conexão, desconstrução e reconstrução, onipresença e individualidade… É um desafio para o corpo, para a mente e para a alma! Gratidão!” 

5) Depoimento de Bal Toledo: 
” uma experiência q vale a pena ser vivida”.

Confira as fotos. 
Clicks de Eunice Gallo.
Edição de fotos e escolha de imagem: Wallace Gerardi