Dente de Leão na Ginecologia Natural, por Aysha Almeé

Bailarina e Terapeuta

Dente de Leão na Ginecologia Natural, por Aysha Almeé

DENTE DE LEÃO E FERTILIDADE

A Taraxacum officinale ou dente de leão, é originária da Europa e muito encontrada no Brasil, sendo considerada uma planta daninha. Possui propriedades medicinais como antioxidante, bactericida, trata afecções hepáticas e é muito usada para fertilidade.

Estudos apresentados na Periódica, índice de revistas Latino Americanas em Ciências, mostram testes em animais de laboratório e comprovam atividade antioxidante, anticancerígena e antitrombótica. Na medicina chinesa, esta erva tem sido utilizada por mais de 1100 anos no tratamento do câncer de mama e a outras doenças do seio.

Atua no organismo da mulher aumentando a circulação sanguínea do baixo ventre, favorecendo assim a ovulação e colaborando para a boa formação do endométrio.

Promove detox natural no corpo por suas propriedades desintoxicantes e diuréticas (especialmente no fígado e rins) e tem consideráveis doses de vitamina A, C e potássio.

Por tudo isso, é ótima para uso feminino, suporte para tratamento de fertilidade miomas e endometriose (leia a nossa dica para endometriose aqui no instagram ou no blog www.ayshaalmee.com.br).

Faça um chá:
1 colher de erva seca para 100 ml de água.
Ferva a água num recipiente, retire o recipiente do fogo, coloque a erva e abafe por pelo menos 10 minutos. Não ferva a erva.
Você pode tomar 1 xícara de chá de manha e 1 a noite.

Contraindicações: hipersensibilidade a erva ou pressão alta.

Lembre-se: comece com 1 xícara por dia e observe seu corpo e seus humores. Chá também é automedicação, é necessário ter muita responsabilidade e auto-observação.

Dente de leão também pode ser usado no banho de assento e na vaporização do útero.
Baixe o nosso e-book de ginecologia natural gratuito para doses e modo correto de preparar. O link está na bio.
Cuide-se, você é preciosa!

Aysha Almeé

Referências:
Índice de revistas Latino Americanas em Ciências (disponível em http://dgb.unam.mx/index.php/catalogos/librunam)
Lorenzi, H., Matos, F.J.A. Plantas Medicinais no Brasil Nativas e Exóticas. 2.edição. Editora Nova Odessa-SP, Instituto Plantarum, 2008